quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Não tenho mais nada para dizer... por enquanto...


Na falta de ter o que dizer... ouço essa canção. Beijos em todos.

video

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Não assisti a derrota do Brasil

Gente, acabei de ligar a tv, não assisti o jogo e tô completamente perdido. O Brasil perdeu o jogo?! Deu até expulsão?! Nossa!!!! Foi o único jogo que não assisti... Tô me sentindo meio culpado...

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Será que vai?!



Tô aqui pensando com os meus botões. Como todo brasileiro, estou acompanhando o desempenho do Brasil na Copa, até achando que está fazendo uma boa campanha, a equipe do Dunga, mas no jogo de sexta, 25/06, contra Portugal, desanimei um pouco.

Parece que acabo de assistir às mesmas Copas passada e retrasada, pois têm alguns vícios que se repetem no desempenho do Brasil neste tipo de disputa. O Brasil sempre acaba fazendo aquele jogo do “quase”: do “quase” drible, do “quase” passe, do “quase” cruzamento e, claro, do “quase” gol.

É um tormento! Os brasileiros nunca podem sentir o gostinho de ver um time que, mesmo com a capacidade técnica que tem o do Brasil, vença com tranqüilidade. Sempre são as mesmas falhas, pouca defesa e ataque confuso e displicente. E não venham me dizer que isso aconteceu porque esse ou aquele jogador não estavam em campo, pois, como já disse, a fórmula sempre se repete. Acabamos por ficar roendo unhas até o último segundo, sempre.

Bem, como estou com pouco tempo pra divagar, vou ficar aqui com meu coração brasileiro esperando o próximo jogo, torcendo, vibrando como sempre faço e rezando para que da próxima vez o Brasil saia do seu famoso salto alto e, ao mesmo tempo, abandone sua baixa auto estima (se é que vcs conseguem me entender, neste pensamento tão paradoxal), e vença os jogos com um pouco mais de garra e dignidade.

E pra finalizar, a pergunta que não quer calar: e o HEXA, será que vai?!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Momento calmo e aconchegante




Estou feliz, e encontrando a felicidade em lugares nos quais nunca imaginei estar...

terça-feira, 18 de maio de 2010

Dúvidas



Essa semana tá sendo foda!!! Tô com várias dúvidas e chegando a algumas conclusões... e são, no geral, desagradáveis... Difícil quando as coisas estão caindo por terra pra vc, quando tudo desmorona e vc olha ao seu redor e parece que ninguém percebe. É quando novas questões aparecem e novas respostas te assombram.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Clock, Clock, Clock



Uma das coisas que mais pode assustar um ser humano é o resultado das mudanças. Deve ser por causa da nossa necessidade nata em controlar a própria vida, o tempo, o ritmo das coisas, a construção dos acontecimentos... sei lá. Mas o mais aterrorizante é estar bem no meio dessa mudança sem saber ao certo pra onde a vida está nos levando.

Estou nesse momento, chega a ser massacrante a sensação, mas percebo que há uma certa empolgação em mim. Essa expectativa que apavora também excita e deixa tudo mais vivo. As cores são mais fortes, os sabores mais intensos e o tempo se distende ao meu redor. Sufoca um pouco mas coloca a gente como observador da própria vida, como se a gente não fizesse mais parte dela, é um deslocamento, sabe.

Vou acordar daqui a pouco pensando como será o dia. Tentarei botar alguma ordem nas coisas e, provavelmente, não terei sucesso. A vida vai continuar me levando numa direção que só ela conhece. Como cético que sou, terei que aprender a me libertar e deixar que as coisas sejam tecidas ao meu redor, sem muito da minha intervenção. Confesso que é uma fasezinha chata, demoníaca, intransigente comigo, mas, sem dúvida, indispensável pra que eu aprenda a respeitar o fluxo.

Mas vamos ver no que vai dar, não é?! Pois, por pior que sejam os resultados, do chão não vou passar... Pra você que acabou de ler tudo isso, tenha uma boa semana. Tomara que você também tenha uma vida tão confusa como a minha e consiga aprender coisas tão legais com ela, assim como aprendo com esta que tenho....

terça-feira, 13 de abril de 2010

Estou feliz!!!


Só passei por aqui pra dizer que estou feliz. Sim, estou muito feliz. Feliz pois tenho amigos sinceros, pois estou fazendo uma faculdade à qual adoro, feliz por fazer parte de uma banda de gente talentosa, feliz por ter uma mãe fora de série, feliz por que chegou o outono, feliz pois não sou o único, feliz por dar importância, feliz por me reinventar, por voltar a conseguir fazer piadas, por conseguir rir sinceramente de novo, feliz pelo friozinho que sinto agora (principalmente no estômago), feliz por respirar melhor, feliz por ter beijado e abraçado, por começar a ver o futuro, por estar satisfeito, por não estar odiando, por querer novamente, feliz porque as coisas voltaram, finalmente, a fazer sentido para mim....

Abraço a todos e sejam felizes.